COMO CALCULAR O MARKET CAP DE UM CRIPTOATIVO?


Quem está minimamente por dentro do mundo cripto, já deve ter ouvido falar em Market Cap (Valor de Mercado; Capitalização de Mercado), mas será que este sabe o que realmente isto significa, ou como se determina este valor?

Deve-se ter atenção da forma correta de determinar o Market Cap de uma determinada criptomoeda. É uma fórmula bem simples, mas muito importante para a análise de projetos. De modo geral, o Market Cap serve como um índice para de rankear (ordenar) ativos e ver se o mercado possui margem para subir ou descer de acordo com as condições envolventes, com o que o projeto já entregou, ou o que está por entregar.

Para obter a informação do Market Cap de determinado ativo, basta multiplicar quantidade Total de Moedas Mineradas (TMM) pelo Preço Médio Atual (PMA) de cada unidade desta moeda no mercado, ou em alguma exchange. A informação sobre o número de moedas já mineradas é, normalmente, disponibilizada no EXPLORER da própria moeda. Alguns outros sites como o CoinMarketCap ou o CoinGecko podem possuir tanto o Supply Circulante (número de moedas em mercado) como o Supply Máximo (número total de moedas que serão mineradas), mas há casos de moedas que o Supply Máximo não existe um teto limite e há uma produção ilimitada.

Então, assim, temos:

MC = TMM x PMA

Onde,

MC = Market Cap

TMM = Total de Moedas Mineradas

PMA = Preço Médio da Atual.

Portanto, como exemplo, supomos que já foram mineradas 1000 unidades da criptomoeda fictícia BITNOOB COIN e o Preço Médio Atual está em R$2,00. O Market Cap será de R$2.000,00 (dois mil reais). O Preço Médio Atual, normalmente é calculado com o par em alguma moeda FIAT (fiduciária) ou em uma criptomoeda que ela venha a fazer par, como: Bitcoin (BTC), Dogecoin (DOGE), Tether (USDT) etc.

Vale a pena destacar que este valor será totalmente especulativo, pois, apesar de possível, é improvável que se consiga comprar todas as moedas em circulação de um determinado criptoativo de uma só vez. E, para além disto, quando cotadas nas exchanges, tende a existir várias faixas de preços nas ordens de compra e venda.

Como dito anteriormente, existem sites que disponibilizam este valor já calculado, como é o caso do CoinMarketCap, CoinGecko etc., mas quando trata-se de uma altcoin pequena ou mais recente no mercado, pode ser que ainda não esteja listada nestas plataformas e calhará muito bem saber como calcular por sozinho.

Agora que já sabemos como fazer estes cálculos, podermos adicioná-los na nossas bases de informações dos investimentos. Contudo, lembre-se: toda e qualquer informação que se consiga apurar sobre as criptomoedas é importante para auxiliar na análise dos seus possíveis investimentos. Este indicativo, em especial, não é novo no meio financeiro e serve como um ponto de comparativo entre outros investimentos semelhantes.  As vezes, até com outros tipos de ativos fora do meio cripto.

Se caso ainda prefira pegar estas informações de terceiros, tenha certeza que a sua fonte é segura e sempre procure em mais de uma fonte de informação, para ver se os dados são semelhantes.

Boa sorte nos seus investimentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *